<

No dia 11 de fevereiro a Igreja celebra o Dia Mundial do Doente. O Santuário Alexandrina de Balasar e a Paróquia de Balasar vão celebrá-lo no dia 10, tendo como tema de reflexão: “O cuidador do doente.”

Programa:
– 14h30 – Acolhimento e Sacramento da Confissão.
– 15h00 – Santa Missa, Santa Unção, e testemunho de famílias cuidadoras.
– No fim haverá convívio no Salão Paroquial.
NOTA:
As pessoas interessadas em participar devem fazer a inscrição na receção da Igreja.
Os peregrinos também podem participar nesta cerimónia fazendo a sua inscrição através do telefone 252 951 601 ou na receção da Igreja.

Presença da Família e Comunidade.

É fundamental que a família esteja presente nestas celebrações, pois tem de “viver” a doença dos seus familiares. A comunidade, também, deve participar, pois os doentes e idosos são nossos irmãos.
Será que praticamos as Obras de Misericórdia? Será que, também, “semeamos esperança” nos nossos doentes? A celebração e vivência do Dia Mundial do Doente é fundamental na vida do cristão, e de uma Paróquia.

Mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial do Doente

«Recebestes de graça, dai de graça» (Mt 10, 8): estas são palavras pronunciadas por Jesus, quando enviou os apóstolos a espalhar o Evangelho, para que, através de gestos de amor gratuito, se propagasse o seu Reino.

Por ocasião do XXVII Dia Mundial do Doente, que será celebrado de modo solene em Calcutá, na Índia, a 11 de fevereiro de 2019, a Igreja – Mãe de todos os seus filhos, mas com uma solicitude especial pelos doentes – lembra que o caminho mais credível de evangelização são gestos de dom gratuito como os do Bom Samaritano. O cuidado dos doentes precisa de profissionalismo e ternura, de gestos gratuitos, imediatos e simples, como uma carícia, pelos quais fazemos sentir ao outro que nos é «querido» […]

Para ler na integra a mensagem do Papa Francisco, clique aqui

X