<

No próximo sábado dia 15 de dezembro, os restos mortais do Padre Heitor Calovi, SbD, serão trasladados para o cemitério de Balasar. A cerimónia será realizada da parte da tarde, iniciando-se com uma Eucaristia às 16h00 e seguidamente com o cortejo para o cemitério.

Breve nota biográfica

O Pe. Heitor Calovi era natural de Faedo (Trento) Itália, onde nasceu a 13 de dezembro de 1918. Membro de uma família numerosa, profundamente cristã, era o mais velho de onze irmãos. Concluiu o noviciado em 1936, na Ispectoria Veneta. Era um jovem inteligente, com carácter aberto, piedoso e com o desejo de ser missionário. Deste modo, os Superiores enviaram-no para Portugal após a conclusão do noviciado, onde fez o curso de Filosofia, no Estoril, de 1936 a 1938. Entre 1940 e 1942 foi assistente dos noviços na casa Salesiana de Mogofores na qual, era diretor e Mestre de Noviços, o Pe. Humberto Maria Pasquale, SdB, segundo diretor espiritual da Alexandrina Maria da Costa, com o qual estabeleceu uma relação de colaboração que durou toda a vida. Aí professou perpetuamente em 16 de setembro de 1942 e foi ordenado sacerdote no dia 16 de março de 1946, no Estoril.
Em 1965, foi designado para a casa salesiana de Vila do Conde, com o encargo de Vice-Postulador da Causa de Beatificação e Canonização da salesiana cooperadora Alexandrina Maria da Costa. O Pe. Heitor, SdB datilografou todos os escritos da Beata Alexandrina, em 4 cópias. Trabalhou na Causa da Alexandrina até a sua Beatificação em Roma a 25 de Abril de 2004.
Em janeiro de 1969 foi chamado a secretário da Nunciatura Apostólica, em Lisboa, onde permaneceu por quarenta e cinco anos.
Já em 2004, por motivos de saúde, foi para a residência Artémides Zatti, de Manique, onde faleceu em 19 de setembro de 2008.
Pelo centenário do seu nascimento os restos mortais do Pe. Calovi virão de Manique para a Capela Jazigo do cemitério de Balasar, que se realizará no dia 15 de dezembro de 2018.

X